Web Summit fica em Lisboa

19 Outubro

O CEO do Web Summit, Paddy Cosgrave, anunciou recentemente que Lisboa continuará a ser a cidade anfitriã desta conferência durante a próxima década, até 2028. Um contrato no valor de €110 milhões, €11 milhões por ano, que irá trazer pelo menos 3 bilhões à economia Portuguesa.

O Web Summit do ano passado gerou €300 milhões de receita somente em turismo, com um total de 59.000 participantes. A edição deste ano espera um aumento de 18%, com o objetivo de atingir um total de 70.000 participantes. Aliás, o novo acordo inclui também uma expansão em grande escala, do Altice Arena e da FIL, para garantir que esta conferência possa acomodar 100.000 pessoas até 2021.

Originalmente apelidado de Dublin Summit, o Web Summit é a maior conferência de tecnologia no mundo. Com eventos todos os anos desde 2009, apenas em 2015 Paddy Cosgrave anunciou a mudança para Lisboa. Em 2015, ainda em Dublin, a conferência registrou um total de 42.000 participantes e €230.302 em receitas. Em 2016, já em Lisboa, o Web Summit registrou 53.056 participantes, gerando o total de €2.27 milhões, 2 milhões a mais. Conhecida como um dos Tech Hubs da Europa, Lisboa é uma capital com enorme potencial, não é de surpreender que o Web Summit decidiu ficar.

O Presidente da Câmara de Lisboa, Fernando Medina, disse: “Este acordo de 10 anos com a Web Summit certamente ajudará Lisboa a tornar-se uma capital fundamental para a inovação, o empreendedorismo e o talento. Estou confiante de que os próximos anos trarão um forte aumento de investimento em tecnologias de informação e emprego em Lisboa ”.

De acordo com o relatório de Atratividade de 2018 de Portugal, realizado pela EY, houve um aumento de 207% nos empregos criados desde 2017, sendo que a média europeia este ano foi de 32% e em 2017 de 10%. Os setores que mais impulsionam a economia portuguesa são os setores imobiliário e de construção (32%), turismo (32%) e Informação e Tecnologias (29%).

Com base neste relatório e tendo em atenção as declarações do Web Summit, fica claro que Lisboa continuará crescendo nos próximos anos.

Em termos do mercado imobiliário, tal como se vê no Festival de Cannes ou no London Fashion Week, é esperado que os alugueis de curto prazo em Lisboa vão aumentar durante a semana da conferência, com um aumento de preços de até 100% mais, nos próximos anos.

- Added to shortlist

- Removed from the shortlist

Undo