Portugal: novo aeroporto de Lisboa

18 Janeiro

Boas notícias aos investidores que visam comprar imóveis na capital portuguesa. O Governo Português e o Aeroporto de Portugal (ANA) assinaram este mês o acordo para o novo aeroporto de Montijo. Previsto para 2022, este aeroporto é a solução mais viável para expandir e aumentar a capacidade do atual Aeroporto da Portela, também conhecido como Humberto Delgado.

Aeroporto de Lisboa sem capacidade

Em 2017, o aeroporto Humberto Delgado recebeu 26.7 milhões de passageiros, 18.8% a mais que em 2016. Os números de 2018 ainda não foram divulgados mas espera-se que sejam superiores.

Francisco Pita, administrador do ANA, afirma que o aeroporto tem funcionado além da capacidade e não consegue acomodar a demanda atual, resultando na perca de cerca de 1.8 milhões de passageiros por ano. O tremendo aumento do turismo em Portugal nos últimos anos tem contribuído para este problema. Considerado o melhor destino turístico do mundo por dois anos consecutivos pelo World Travel Awards, Portugal recebeu 24.6 milhões de turistas em 2017, um aumento de 40.7% desde 2012. Já em Lisboa, em 2017 foram registrados 4.5 milhões de turistas, com tendência a aumentar.

O novo Aeroporto do Montijo

Uma solução econômica e eficiente, também adotada em outras cidades europeias como Bruxelas, Frankfurt e Roma, o aeroporto do Montijo é uma expansão do aeroporto de Portela. Apesar de ter como objetivo receber todas as companhias aéreas, o novo aeroporto terá um maior foco em companhias aéreas 'low cost', as quais terão direito a taxas aeroportuárias bastante reduzidas como incentivo.

Situado em uma base militar no Montijo, o novo aeroporto ficará a apenas 25-30 minutos de Lisboa, facilmente acessível de carro, taxi, ônibus ou barco. Com um total de 1.15 bilhões de investimento, e após vários estudos, esta zona foi considerada a opção mais barata, rápida e próxima de Lisboa.  Além disso, esta é a única opção que oferece a capacidade de duplicar o número de voos por hora para um total de 72 voos, sem interferir com qualquer uma das rotas existentes.

Com previsão para ser concluído em 2022, a construção do novo aeroporto deverá começar em 2019, uma vez que o relatório de avaliação de impacto ambiental seja concluído e aprovado. O futuro aeroporto do Montijo fica próximo do estuário do Tejo, um habitat protegido que é muito importante para a preservação de algumas espécies, nomeadamente aves aquáticas. O ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, garante “todas as regras legais sobre matérias ambientais e de segurança serão cumpridas” e que “todas as medidas mitigadoras definidas nesses estudos ambientais serão integralmente cumpridas” para que este tipo de infraestruturas tenham um menor impacto na vidas das pessoas e no ecossistema.

O aeroporto da Portela continuará sendo o aeroporto principal e passará por renovações até 2028 a fim de melhorar as instalações e aumentar o parque de estacionamento. A expansão do aeroporto de Lisboa significa que a capital portuguesa terá capacidade de receber 43 milhões de passageiros até 2050, excelentes notícias tanto para investidores como visitantes.

- Added to shortlist

- Removed from the shortlist

Undo