Lisboa

Paris, Londres, Berlim e Roma, são todas cidades que têm uma identidade cultural e identidade claras. Lisboa não é uma escolha óbvia, mas já se percebe um claro aumento em sua popularidade. Frequentemente considerada a São Franciso da Europa, Lisboa está passando por uma grande mudança.

A cidade é cheia de ruas sinuosas e íngremes. A arquitetura harmoniza perfeitamente o antigo e o novo. Além disso, Lisboa atrai talentos criativos e jovens, e começa a se destacar com uma cidade do design. O ambiente descontraído é perfeito para jovens artistas que querem viver uma vida boêmia. Boutiques pequenas e independentes estão surgindo pelos bairros. Lisboa ainda consegue proporcionar o ambiente ideal para uma parte da população que deseja desfrutar do sol e do mar, perto da cidade.

Os prédios são brilhantes e coloridos, se comunicando com a herança cultural. A cultura do café é muito próspera, com jovens empreendedores abrindo novos restaurantes e cafés, gerando grande valor culinário para a cidade. A energia é simples, descontraída e vibrante. Lisboa é certamente a capital europeia a que mais se deve estar atento nos próximos anos.

Visão dos experts

O programa de residentes não habituais (RNH), que o governo português tem posto em prática, oferece direito de viver em Portugal para quem investe mais de €500.000 em uma propriedade. Após cinco anos, o investidor tem o direito de aplicar para a cidadania portuguesa. O programa também oferece isenções fiscais para pessoas com um determinado rendimento.

O mercado de propriedades em Lisboa

Desde o fim da crise econômica de 2010, o mercado imobiliário de Portugal está em constante crescimento e os preços dos imóveis em Lisboa aumentaram 4,9% entre 2017 e 2018. Graças ao seu excelente mercado imobiliário que geralmente oferece uma boa relação qualidade/preço, Portugal ostenta a maior taxa de ocupação na UE, com quase 70% da população possuindo suas casas.

Ao contrário de muitas capitais europeias, propriedades acessíveis ainda podem ser encontradas em locais mais centrais e desejados de Lisboa. Isso faz com que a cidade seja um destino atraente para os investidores, especialmente os da França e da Escandinávia.

Além disso, Lisboa também tem diversas outras atrações financeiras, como um custo de vida mais baixo e acesso ao lucrativo esquema tributário Residente Não-Habitual (RNH), que pode reduzir os impostos.

Como chegar lá

Por trilhos

A cidade também é ligada à uma rede de trens que atravessa a Europa. Chega-se a cidade vindo de Madri, Paris e até Londres, se o tempo não for um problema.

Pelo ar

O maior aeroporto internacional da cidade é o Aeroporto de Portela, localizado entre as cidades de Loures e Lisboa. Todas as principais companhias aéreas voam para o aeroporto, inclusive as de baixo custo. Os vôos são diários e freqüentes. O aeroporto fica a uma pequena corrida de taxi do centro da cidade.

Clima

Primavera / Verão

Os verões em Lisboa são muito quentes e secos. Bastante influenciada pela Corrente do Golfo, a cidade tem um dos climas mais suaves em toda Europa. A temporada de verão geralmente dura cerca de seis meses. A temperatura média é de 24 °C, sendo julho o mês mais quente. O verão é mais ensolarado do que Madrid, Roma ou Atenas. Entretanto, por ser tão perto do mar, venta muito freqüentemente.

Outono / Inverno

Apesar de seus verões quentes, durante o inverno as temperaturas caem consideravelmente, mas raramente acontece uma geada. A temperatura média é de 11 graus no mês mais frio, que é janeiro. Geralmente o clima em novembro, março e abril está acima de 20 graus.

- Added to shortlist

- Removed from the shortlist

Undo