Poble Sec

A vida em Poble-Sec é descontraída, discreta e adorável. Originalmente construída além dos muros da cidade medieval em meados do século XIX, ela ainda mantém uma sensação de vila local – mesmo que apenas uma pequena parte do muro ainda esteja de pé. Um terreno fértil para os artistas de teatro da cidade nos anos 50, graças às salas de concertos que ocupavam a artéria da Avinguda del Paral·lel, o coração artístico de Poble-Sec ainda bate. Nos fins de semana, os bares se agitam com shows de música ao vivo de talentos emergentes, enquanto em noites quentes de verão, filmes de arte são exibidos sob as estrelas e festivais de música eletrônica pulsam através do parque Montjuic. Situado em uma colina íngreme e servindo de abrigo para o museu Joan Miró (uma impressionante obra de arquitetura por si só), este extenso trecho verde é um acréscimo à atmosfera penetrante de uma Montmartre espanhola. Certifique-se de subir até o topo, ou pegar o funicular em alguma parte do caminho se você estiver com preguiça, pois a vista da cidade lá de cima vale muito a pena. Enraizada em uma comunidade bastante unida e com uma crescente variedade de bares locais modernos e discretos (experimente o Quimet & Quimet), além de restaurantes, serviços e escolas com preços acessíveis, os locais, com toda a razão, brincam que eles nunca precisam sair dali.  Tomar um café cortado clássico, sem pressa, na Carrer Blai, uma rua de pedestre onde as mesas ficam espalhadas pelas calçadas, é uma ótima maneira de ver o mundo passar, enquanto bandeiras catalãs balançam nas janelas deixam pouca dúvida sobre o senso de tradição profundamente enraizado em Poble-Sec.

Um dos muitos benefícios da atmosfera despretensiosa de Poble-Sec é que ela ainda passa despercebida por turistas e pela alta-roda de Barcelona. Isto até os irmãos Adría, do famoso El Bullí, abrirem ali seu último restaurante, o Tickets, em 2016. Rapidamente considerado um dos locais mais quentes (e mais difíceis para se conseguir uma mesa), ele colocou Poble-Sec no mapa. Espalhados por Poble-Sec e Sant Antoni, os irmãos estão agora em processo de abrir outros 5 restaurantes, o que, combinado com uma nova ciclovia e a revitalização da Av. del Paral·lel, deu à área um novo impulso. Sua transformação em um dos mais novos centros gastronômicos da cidade será cimentada no final de 2017, com a abertura do mercado de Sant Antoni. O ritmo desta mudança permanece vagaroso e, por enquanto, os preços continuam acessíveis, o que torna o bairro um dos favoritos entre as jovens famílias, sejam locais ou estrangeiras, que procuram um lugar calmo e silencioso para criar seus filhos. Em matéria de localização, é perfeito – estendendo-se até o porto e situado ao lado de El Raval, pode-se caminhar até o centro de Barcelona em 15 minutos, e o bairro é bem servido por 3 paradas de metrô.

- Added to shortlist

- Removed from the shortlist

Undo